domingo, 29 de agosto de 2010

Filosofia em Piauiês

Edmar Oliveira



Tenho ido vez em quando na terra. Nos terrais de Teresina. Nos quintais. Nos bares. A cerveja continua a mais gelada do Brasil. Só tem “empoada”. Na farinha, dizem outros. O diabo vem engarrafado numa nuvem de gelo e névoa, que o garçom (todos tem a mesma técnica) sacode pra cima e pra baixo, assopra no fundo, não congela, e tem o melhor gosto de cerveja gelada do planeta.


Mas se a cerveja continua gelada, o calor da cidade vai aumentando. Da última vez que fui, desesperei-me. Sem ter companhia e nada a fazer (minhas referências estão esmaecendo, quase já não as tenho) fui a um restaurante tomar uma, como se diz por aqui. Com tira-gosto de panelada, que ninguém é de ferro, sorvia a bicha (o trocadilho é por conta da parada gay que aqui se faz também e acontecia). Ao pagar a conta para continua a beber noutras paragens (que aqui só se faz isso), caminhei na rua sem saber que antes estava num ar condicionado. Sem nada a condicionar o diabo da rua vermelhidou. A sensação térmica dos meteorologistas estava nuns quarenta e tantos. Eu nunca tinha sentido tanto calor. E arreparem que sou da terra, dos quintais. Criado com o sol do equador, suas filhas, tudo em cima de mim. Mas não me agüentava. Fervia e a sensação de estar perto do inferno foi aumentando. Me perguntava o que podia esquentar Teresina tanto assim!


Sorte que encontrei logo ali no bar do Esdras (no Clube dos Diários, na Pedro II) o poeta, fotógrafo e filósofo Paulo Tabatinga. Comentando a situação de Teresina esquentar mais a cada ano, Tabatinga filosofou: “culpa das mulheres e da televisão. Pra ter mais tempo de ver TV, as mulheres não querem mais perder tempo em varrer os quintais. E elas são fofoqueiras! Se a vizinha não varrer seu quintal cai na boca da outra. Então – filosofou o mestre – para não ter folhas nos quintais elas mandam cortar as árvores. Aí o sol se esquenta mais. Só isso. Culpa das mulheres, da fofoca e da televisão!”.


Faz sentido...


8 comentários:

Paulo Tabatinga disse...

Edmar, vc é foda mesmo! gostei do desenrolar do texto.tá provado que não é só possível filosofar em alemão. abraços piauiês.

alexandrecarvalhoalex disse...

Meu caro Edmar,
Nosso amigo Paulo Tabatinga é mesmo um filósofo. Culpar as mulheres pelo calor de Teresina é demais...até por que elas são quentíssimas e são a grande maioria da população. Na verdade a expansão imobiliária da nossa terrinha não gosta do verde e sai por aí derrubando tudo pra subir aos céus.
Fica aqui meu protesto a todos, que de forma insana, cortam a vida, o verde em busca do lucro fácil.
Abraços....
Alexandre Carvalho

LOUCA PELA VIDA disse...

Rrsr... acabei o quintal e troquei a tv pela internet. MEA CULPA!!Rsrs.Castigo, tou queimando também, passando mal, ar, ventilador, ar, ventilador. B-r-o-bro antecipado. Tá muito quente hoje. Abraço desesperado!!!!!!!!

zan disse...

Imagine, caro Edmar, meu amigo por intermédio do Netto de Deus - um dia a gente se conhece pessoalmente -, que eu passei vinte e seis anos fora do Piauí e voltei o ano passado, trasado, quero dizer, final de 2009, e morando aqui em Campo Maior, onde em alguns bairros da periferia da cidade, acha-se casas com quintais cheios de árvores, cheias de folhas pelo chão, acredite, ontem deu uma chuva rápida e forte no inicio da noite, e eu senti aquele cheiro de relva molhada que nos transporta para outro tempo em que a gente saia pra rua e pros matos quando chovia para fazer uma das coisas mais divertidas de nossas infâncias, que era tomar banho de chuva na rua, nas bicas que saiam de algumas casas... essa coisas compensam a gente das agruras do calor de Teresina e daqui... que quando a gente sai dum ar condicionado e sente a mudança do calor, dá vontade de não sair pra rua... Mudando um pouco de assunto, meu caro, esse Alexandre Carvalho alex, dum comentário aí em cima é o radialista, ex-bancário?

marcos de oliveira disse...

Abraços P Tabatinga e Edmar dois teresinenses pancadas. Este último tive a honra de conhecer recentemente. Quando vier de novo a gente toma duas, viu Edmar? Abração, Marcos de Oliveira.

alexandrecarvalhoalex disse...

RECADO PARA O ZAN (zeferino ?)

zan de Campo Maior só pode ser meu grande amigo do BB. Ha quanto tempo ?
Eu sou mesmo o Alexandre que voce conhece. Me manda pelo Piauinauta o teu endereço para um papo via e-mail e possível reencontro. abraços

Edmar Oliveira, disse...

Zan e Alexandre,
Se o Piauinauta servir desses encontros, já prestou mais do que devia. Seu Gosto na Berlinda: mula preta do gonzaga e correio do interior. Internet porreta essa...
abraços estaiados
Edmar

alexandrecarvalhoalex disse...

Edmar,
Bicho foi demais tua visão da porra da Internet: Quem diria que um dia viajaria com trajes de astronauta e chapéu de couro, sem estaios, mas alados. Do Rio\The\Campo Maior na maior, ida e volta. Brigadooooooo!