domingo, 28 de abril de 2013

1000TON



The show must go on

 

 

(Contudo, se todas as autoridades políticas de destaque, bem como os ilustres personagens do mundo das finanças e artístico, aqui mencionados, desejarem aproveitar a ideia, abro mão desde já de qualquer direito autoral vinculado ao tema)

 

EVENTO INTERNACIONAL:

ENVOLVIMENTO DE PERSONALIDADES DE NOTÓRIA RELEVÂNCIA NUM MAJESTOSO ESPETÁCULO TEATRAL.  

HOMENAGEM PÓSTUMA:

À GRANDE DAMA DE FERRO MARGARETH THATCHER, PELA SUA CORAGEM E DETERMINAÇÃO.

PROTAGONISTAS:

ILUSTRES CONVIDADOS DO MUNDO ARTÍSTICO, POLÍTICO E FINANCEIRO INTERNACIONAL.

LOCAL: ALEXANDERPLATZ, BERLIN.

PATROCÍNIO: FMI, DEUTCH BANK, CITIBANK, GOLDMAN SACHS.     



Margareth Thatcher comandou a mudança no Reino Unido de uma economia industrial para uma economia financeira pelo viés do Deus Mercado.

Ela privatizou a habitação pública, empresas de telecomunicações, petróleo, gás, portos, siderurgia, indústria aeroespacial, aviação e automóveis.

A “Dama de Ferro” corajosamente enfrentou a resistência dos sindicatos, dos empregados de empresas estatais e da esquerda britânica.

A Intrépida Senhora terminou por desarticular o poderoso movimento operário britânico do pós-guerra.

Nada mais oportuno do que louvar a trajetória de tão importante e corajosa criatura, tão apaixonada por sua missão, a ponto de assumir ares de rainha com o eleitorado e com o seu próprio gabinete.

 

RESUMO DO ROTEIRO:

Thatcher será a principal estrela de um majestoso espetáculo teatral, cujo palco é a cidade de ”Happy Valley”, situada no velho oeste americano, outrora próspera.

Em função do pequeno número de negócios, os fazendeiros, estancieiros, comerciantes e empresários estavam demitindo vários trabalhadores.

Além disso, a pacata rotina da cidade era constantemente ameaçada por bandoleiros saqueadores e assassinos impiedosos.

Sem contar com o fato de pequenos rancheiros de gado suíno e equino sofrerem com a estocada de índios hostis e carniceiros.

A cidade possuía uma pequena mina de carvão em precário estado, uma estação ferroviária necessitando de reformas e uma serraria desativada.

O Banco da cidade passava por momentos difíceis: a carteira de empréstimos sofrera um baque pela inadimplência de seus tomadores, além de ter sido recentemente assaltado por bandidos.

Com a colaboração da poderosa Senhora Margareth Thatcher, a cidade conseguiu inverter a situação dramática pela qual passava.

Por interferência de ricos fazendeiros da região como avalistas, o tesouro americano autorizou um bom empréstimo para o banco da cidade, cujo pagamento seria a perder de vista.

Foi criada uma força tarefa para recuperar o dinheiro roubado pelos bandidos, entretanto, no meio do caminho, houve embate com índios ferozes, porém a intrépida missão foi cumprida e o dinheiro recuperado.

Em todas essa situações difíceis a mocinha Thatcher (Merkel), com extrema coragem, teve intensa participação, demonstrando ser uma exímia articuladora, bem como provou sua habilidade no manuseio de armas de fogo.

Liderados pela Dama de Ferro, através de entendimentos mantidos com os proprietários, os empregados mais antigos da mina de carvão foram todos demitidos, assim como os trabalhadores ferroviários.

Os mais qualificados foram recontratados com salários pela metade do valor que recebiam e nenhuma indenização foi paga aos demitidos.

Apenas foram fornecidos pequenos mantimentos e uma passagem de trem para uma cidade bem longe dali.

No tocante à serraria, a Senhora Thatcher conclamou os cidadãos, comerciantes e empresários a se quotizarem para recomprá-la, através de uma COOPERATIVA, a qual levaria o seu nome, o Banco sendo o financiador e avalista das negociações.

Várias festas na cidade foram promovidas em homenagem à Dama de Ferro.

O Saloon, também com seu nome, vivia cheio e os espetáculos musicais atraíam gente de todo o oeste.

A cidade crescerá, dando início a uma nova era de prosperidade, levando a saga de Margareth Thatcher a todos os cantos dos Estados Unidos da América!

 

CENAS DE DESTAQUE:

·       O assalto ao banco da cidade.

·       O ato heróico da Sra. Thatcher, enfrentando  bandoleiros e índios carniceiros.

·       O resgate do dinheiro roubado pelos bandidos.

·       Os discursos da Dama de Ferro em prol da reorganização econômica da cidade.

·       A fundação da Cooperativa.

·       Duelo entre o chefe do bando dos bandidos com o valente mocinho.

·       Festas no Saloon com as “girls” e seus trajes ousados.

·       Casamento da filha do fazendeiro com Bruce Willys.

 

ELENCO (Personalidades Convidadas):

Mocinha: - Angela Merkel1ª Ministra da Alemanha, no papel da própria

Margareth Thatcher.

Mocinho: Bill Clinton.

Próspero Fazendeiro: Mitt Romney- candidato derrotado por Obama.

Banqueiro: Vladimir Putin.

Caçador Implacável de Índios: George Bush.

Charreteiro da carroça que leva o dinheiro roubado do banco: Fernando Henrique Cardoso. Não aceitou o papel, soube-se que achou pífio para a sua importância internacional. Declinou do convite, alegando compromissos.

Chefes da Turba de Bandoleiros que assaltam o banco: Mendonça de Barros e André Lara Rezende.

Xerife: General Americano Joseph Dunford, Comandante da Missão da Otan no Afeganistão.

Chefe dos Bandidos: Silvio Berlusconi

Voluntários ao lado do Xerife:

   Ferreiro e dono de uma oficina de carroças- Bruce Willys

   Estalajadeiro e comerciante: Arnold Schwarzenegger            

Meninas do bordel: Ativistas do "Tea Party", lideradas por Sarah Palin.

Chefe dos Bandidos Mexicanos: Felipe Calderón, Ex-Presidente Mexicano. 

Mercenários Mexicanos Bigodudos: Membros do PRI Mexicano. 

Figurantes: NEOCONS, fazendo papéis de bandoleiros, frequentadores do saloon e de índios cheyennes e cherokees, dentre outros.

 

 

                                                                                                  1000TON

 

Um comentário:

LeonardoAlmeidaFilho disse...

A arte é mesmo um simulacro, grande 1000ton. Já antevejo a representação desse épico. Acrescente Wagner na trilha sonora, talvez um pouco de Michel Teló e, é claro, Justin Bieber. Senti profundamente a ausência de um protagonista chinês.