domingo, 8 de maio de 2011

OSAMA BIN LADEN X OBAMA NAS ALTURAS

Edmar Oliveira

           
A democracia é assassinada, humilhada. Os direitos humanos violados. O terrorismo de um Estado Todo Poderoso julga e executa seus inimigos de maneira cruel, desrespeita a soberania de um país como se fosse o xerife do quintal alheio. Em que se diferencia o terrorismo de Osama do de Obama? Os mais sintonizados com a mídia global do pensamento único vão argumentar a quantidade de inocentes mortos nas torres gêmeas. Ressalto então apenas a "qualidade" dos mortos nas torres gêmeas por se parecerem mais com os ocidentais de cultura dominante. Porque a quantidade de mortos de cultura dita inferior é bem maior. As caçadas a Osama e a Sadan não mataram mais inocentes? Contem, por favor! Já esqueceram aí do vídeo do Assenge em que os americanos brincam de videogame matando civis por diversão? E agora que a CIA reconhece que usou a tortura em Gualtánamo para obter informações sobre o paradeiro de Osama, vale menos? Menos hipocrisia, simpatizantes do Obama!

            E aqui confesso a minha simpatia por Gerônimo, perseguido ferozmente como um renegado por não aceitar viver nas "reservas" indígenas, reivindicando as terras que eram de seu povo. Mesmo tendo sido forçado a se render, acreditando num acordo com os brancos, morreu na prisão. Gerônimo simbolizou o extermínio dos peles vermelhas no território americano. Nomeando assim a operação da tropa de elite SEALs o Obama acha que exterminou os terroristas como seus antepassados fizeram com os peles vermelhas? Ou o Obama, com seu ato terrorista de matar Osama, não atiçou mais reações terroristas? Obama não igualou Osama? 

            O B matou o S ou o S aprisionou o B? Porque no resto das letras e nas ações são tão iguais, apesar da cara de bonzinho do Obama contra o barbudo Osama. Até a mídia e os políticos, em atos falhos, já trocaram os nomes dos dois.

            Mas uma ação americana eu não entendi. Quer dizer que depois de assassinar, seqüestrar o corpo, se redimiram fazendo um enterro mulçumano na lavagem do corpo envolto em lençóis brancos e rezas religiosas (em árabe?)? O Wellington de Realengo também  queria. A gente devia ter entregado o corpo dele para os SEALs. Especialistas em enterros de terroristas. Mas a tradição não foi respeitada de forma integral, pois esconderam o corpo de Osama no mar. Enterrem meu coração na curva do rio, pediu o pele vermelha lá atrás. Será por isso?

            E, por favor, não tenho nenhuma simpatia pelo islamismo político. Acho o maior atraso da humanidade. Política já é um troço complicado e se comandada pela religião, pior ainda. Portanto não me vejam defendendo Osama, mas acusando Obama.

3 comentários:

chico salles disse...

A charge tambem é maravilhosa.

Gervásio disse...

A charge é perfeita, Chico.

PauloTabaTinga disse...

Osama
Obama
ou brahma

Paulo Tabatinga