quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Guerra Invisível



Paulo Tabatinga


Um comentário:

FRANCISCO MIGUEL DE MOURA disse...

Excelente poema. Nada mais posso dizer: agrada, educa, alivia, entistece, mexendo com a alma.
O corpo é o poema - ganharia nota dez, numa exposição (sentido metafórico).
Saudações
francisco migueld e moura