domingo, 5 de dezembro de 2010

Canção do Amor Tranquilo



Como o Piauinauta vai passar o Natal em casa, podem abri-lo vez por outra para repetir essa beleza de canção, ainda inédita, mas que estará no próximo disco de Climério Ferreira, duvidam?

Um comentário:

Paulo Tabatinga disse...

Parabéns, Piauinauta nesta data querida. aproveito o som e a poesia de climério para festejar também.

EUDORO AUGUSTO
O céu da boca desta manhã
Rabisca cicatrizes de luz
No coração do meio-dia
Isso vale um passeio no jardim
Na ferida do dia que se abre
Antenas saltam dos telhados
O voo é mais real do que os pássaros
O tempo adormece nas plantas
Para além dos sonhos e das sombras
Onde a fala é o silêncio
Como o abraço do nada
Há a mais oculta lua
Eu sou apenas um rio
Que corre sempre pro bar

Climério Ferreira