domingo, 9 de abril de 2017

Geração Teresina






Cada geração vê
Uma nova cidade
De sua janela
Uma nova leitura
Uma nova arquitetura
Avenida na contra mão
Cada nova geração
Tem um louco
Em cada esquina
Tocando sua buzina
Cada velha geração
Cultiva  no coração
Um poeirento porão
E acena de longe
Para a nova geração
Rezando atrás da procissão.

(Geraldo Borges)



 

Nenhum comentário: