domingo, 26 de março de 2017

VENTOS DE OUTONO


Esses ventos de outono
Embalam meus pensamentos

Eu sonho com caju
E outras frutas esquecidas
Que travavam meus dentes
Na longínqua mocidade


(Climério Ferreira)










Nenhum comentário: